quarta-feira, 10 de junho de 2009

olá!
Vamos falar um pouco sobre a irreparável perda de vidas no voo AF 447 que ocorreu no dia 31 de maio de 2009. Pessoas que tentaram ir e não chegaram a seu destino. Se foram, muitas famílias choram a perda dos entes queridos. Muitas nações foram afetadas pela terrível tragédia aérea. Havia muitos passageiros, consta 228 no interior desta aeronave , pessoas de várias nacionalidades tentavam chegar a seu destino. O mundo fica mais uma vez chocado e entristecido com mais uma tragédia envolvendo avião, um transporte, como dizem "seguro"... Porém, de fato, vivemos em um mundo inseguro. Muitas vidas são diariamente interrompidas seja no ar, na água, ou na terra por causas diversas. Não há como controlar e dar total segurança às pessoas. Hoje podemos dizer que não existe lugar seguro 100%. Sabemos apenas que a vida é finita, curta, rápida, passageira, perece fragilmente, basta uma causa para destruí-la... A grande lição deste fato triste que ocorreu a poucos dias é que devemos cada vez mais e sempre valorizar a VIDA. Valorizá-la sobre este belo Planeta. A vida que nos foi concedida como um verdadeiro dom , permitida por Deus. Deixo aos incrédulos e céticos que discordem, se quiserem assim fazê-lo. Isso não importa. Deus dá o dom da vida para nós... Até hoje a vida , essa chama viva que nos faz ver, sentir, perceber, viver é a vida... é o dom permitido. Ainda hoje há um mistério! Da onde viemos? Onde estávamos antes de nascer , de pousar neste solo terrestre? Para onde vamos? A vida não é o corpo em si, este vai para o solo, decompõe-se. Vira pó. A vida é a chama a essência, que nos faz sentir, pensar, existir ... São ainda perguntas sem respostas... Muitas perguntas. Temos certeza do nascimento, que viemos de algum lugar e que aqui estamos sobre a terra para fazer algo. Não viemos por acaso só para comer, beber, dormir, estudar, trabalhar , comprar.... Isso é muito pouco, bastante material, só isso...
Viemos certamente para contribuir com o mundo, talvez melhorá-lo, talvez aprender muito, talvez ensinar também, partilhar, dividir... façamos sempre coisas boas, tenhamos sempre boas ações humanas, deixemos sempre o que há de melhor em nosso interior que assim se exterioza em fatos e ações... Não somos coisas, somos humanos... A morte é fato certo, está ao lado da vida sempre... Vem sorrateira, infiel, repentina, e quando menos esperamos nos é apresentada ... Somos seres vivos que habitamos a Terra, mortais, finitos... Lutamos muitas vezes por questões materiais que nos levam à exaustão interior, à doenças sem fim, à desgastes que poderiam ser evitados... Deixamos de viver e perceber o melhor e mais simples da vida: o existir , o perceber as coisas que estão próximas e de fácil acesso a todos. Há dias em que nasce o sol, e assim ao entardecer, se põe... à noite vem a lua que nos dá luz e brilha, sem pedir nada... As estrelas enfeitam o céu, os pássaros cantam , os animais se manifestam e muitos nem percebem o prazer disso tudo! Plantas dão seus frutos e florescem também , há muito a agradecer... Basta saber ver e sentir....
Não adiantam títulos, posições, fortunas , status e todas as demais ambições humanas, pois a morte busca a todos. Somos frágeis e pequenos. Ninguém escapa desta realidade. Viver e sonhar com um mundo diferente e melhor, mais humano, fraterno e solidário é preciso, viver é sonhar ....
Aproveitemos melhor o tempo que nos foi concedido aqui nesta Terra, grande e redonda, onde tem diferenças até de fuso horário, coisa estranha isso, a Terra gira... Poupemos nosso habitat de gases, do efeito estufa, do aquecimento global, da poluição geral, do lixo espacial, eletrônico, terrestre... A Terra não merece ser agredida assim! Façamos bem feitas as nossas tarefas terrestres, sejamos mais conscientes, generosos, gentis, saudáveis, solidários com o outro. O outro existe e precisa de apoio. O outro é filho , é irmão, é gente. Recebemos tudo tão pronto , tão bonito, céu bem azul, verdes matas, lindos astros, sistema solar complexo, muitos planetas, uma grande Via Láctea .... Somos abençoados, ganhamos tudo de presente, sem pagamentos, sem salários , sem trocas... Basta cuidarmos, basta exercitar o amor. O amor sempre. A vida sempre. Briguemos sim: pela vida. Das grandes tragédias tiramos sempre uma lição: a vida vale a pena, somos únicos, exclusivos, não há clones do ser humano, não existem cópias, não há dois seres humanos iguais na Terra. Isso é muito especial. A importância de cada um é vital para construir um belo mundo. Um Planeta lindo para se viver, basta fazer, contribuir, querer, sonhar, agir... sejamos belos e grandiosos no sorriso, no elogio, na força, na perseverança , na solidariedade, na paciência, na bondade, e assim também teremos muita saúde! Somos responsáveis pela felicidade no entorno do Planeta, no Planeta, pelo Planeta. Choremos um pouco pela tragédia, mas cultivemos ações pela vida, ela é muitíssimo preciosa. Sempre!!!

Um comentário:

SANJAY disse...

Hi I am Sanjay from Nepal JAMES PIZARRO follower I have visited ur blog it is nice on request to visit my blog www.sanjaykumarjha.blogspot.com and leave ur comments